ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Domingo marcado pelo encerramento do 3º Encontro de Adolescentes da Assembleia de Deus em Limoeiro

Chegamos ao término do 3º Encontro de Adolescentes da IEADPE – Limoeiro.

Neste domingo (22/04), a Manhã Missionária foi marcada pela presença gloriosa do Espírito Santo. Contamos com a participação de grupos de adolescentes de igrejas circunvizinhas (Passira, Tracunhaém e Glória do Goitá). Também de Glória do Goitá, veio a dupla de cantores Rodrigo e Rayane. A ministração da palavra de Deus ficou sob a responsabilidade do Dc. João Vitor, vindo da filial em Carpina. Abordando o tema, o diácono enfatizou que devemos adorar ao Deus Criador e Todo-Poderoso, independentemente do local que estejamos.

Durante a programação organizada pela equipe de coordenadores e concretizada pelos adolescentes, foi apresentada a história da igreja em Pernambuco, que este ano torna-se centenária. Além disso, foi destacada a importância de cumprir o ide missionário, ressaltando o amor de Cristo Jesus para com a humanidade.



Na noite de encerramento, nos alegramos e glorificamos ao Senhor pelas maravilhas que Ele nos proporcionou durante todo este evento. Houveram momentos de louvor entoados a Deus pelo Grande Coral de Adolescentes e grupos especialmente convidados das igrejas em Jaboatão dos Guararapes e Araçoiaba. Também, contamos com a presença da dupla Luanna e Francisco, de Carpina.

A explanação da Palavra de Deus foi feita pelo Ev. Augusto Félix, vindo de Recife. A mensagem foi baseada em João 4:23, tema da festividade. O preletor citou a importância da adoração congregacional e individual. O término do 3º Encontro de Adolescentes na cidade de Limoeiro foi impactado por momentos e experiências únicas. O Senhor se fez presente renovando-nos, para que continuemos adorando-O verdadeiramente.

[+] Álbum completo da Manhã Missionária;


Enfim, gostaríamos de parabenizar a cada componente do coral de adolescentes, juntamente com toda a direção, os quais se esforçaram para que esse trabalho fosse realizado, oferecendo seu melhor ao Senhor Jesus. “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor” (1 Co 15.58).